Quais são as formas de tráfego digital que existem?

Tempo de leitura: 4 minutos

Para quem trabalha com a internet, ter tráfego digital é extremamente importante. Pois o fluxo de visualizações nas suas páginas, é também o maior responsável de como ganhar dinheiro com marketing digital. Quanto mais pessoas acessam seu conteúdo, mais podem comprar. Separamos todos os tipos para que você escolha qual deles quer trabalhar.

Tráfego Orgânico

O Tráfego Orgânico é o mais clássico. É aquele que utiliza as plataformas de buscas para conseguir acessos usando a técnica de SEO com conteúdo relevante e otimizado. Nada mais é que tentativas para classificar o seu site em um dos primeiros nos rankings de pesquisa, como o Google.

As técnicas de SEO baseiam-se no uso de palavras chaves para otimizar o conteúdo e criar uma relevância para os sistemas de busca. É o mais utilizado já que cria uma relação com a audiência e permite que ela leia tudo aquilo que publica na internet de uma forma menos cansativa e que gera mais visualizações.

Tráfego Pago

É aquele tipo de tráfego que exige investimento. Trata-se de compartilhar anúncios ou campanhas de links patrocinados por plataformas como o Google Adwords, Facebook Ads, LinkedIn Ads e entre outros que existem na internet.

E o melhor de tudo é que através do tráfego pago você consegue atingir milhares de pessoas ao redor do mundo.

Uma boa tática também é utilizar o orgânico com o pago. Já que consegue aparecer em outros sites enquanto ajuda quem está procurando aquela informação que está oferecendo.

As pessoas não só saberão sobre o produto que está vendendo como também irá se interessar em conhece-lo, podendo tornar clientes fidelizados.

A Forma Direta

É o modelo de tráfego digital que exige que o seu nome na internet seja grande e que as pessoas conheçam sua marca por outros meios off-line como produtos físicos, revistas, jornais entre outros. Quem ver a sua marca nesses outros meios e se interessar, irão procurar uma forma de acessar o seu site ou a sua página.

Caso você ainda esteja no começo, não é o tipo de fluxo para trabalhar já que exige popularidade, reconhecimento e até mesmo um pouco de investimento para ser possível. Mas, se já é bem popular dentro da sua área de interesse, vale a pena investir no mundo off-line para conseguir maior visualizações em telas.

Tráfego de Referência

É o tráfego menos conhecido, mas pode ser bem poderoso. Já ouviu falar naquela brincadeira de telefone sem fio em que um passa para o outro uma informação? É mais ou menos a mesma coisa, só que no meio online. Basicamente é firmar parcerias que vão falar do seu site ou página para outras pessoas.

Não é qualquer tipo de parceria. Deve ser aquela com quem atua na sua área para que traga pessoas interessadas em um conteúdo semelhante ao seu. Além disso, deve ser benéfica para ambos. Caso queira trabalhar com esse modelo, é melhor pensar em uma estratégia para propor que os sites falem de você.

Por Mídia Social

Como o nome já diz, é o tráfego por meio das redes sociais. É pouco usado pelos profissionais, mas muito explorado onde se utiliza o Facebook, Instagram, Twitter ou qualquer outra plataforma semelhante para atrair usuários para o seu site, captando mais público. Muitos utilizam esse modelo, mas da forma errada.

Por se tratar de algo voltado para o entretenimento, alguns sites não conseguem gerar conteúdos atraentes. É preciso pensar em uma forma de divulgar, mas sem esquecer de entreter. Então sempre estar publicando propaganda não é legal. Busque publicar piadas no meio ou formas de chamar atenção do seu público.

Se bem trabalhado, o tráfego digital pode trazer excelentes resultados para conquistar o tão sonhado sucesso na internet. Além de conseguir possíveis clientes se você trabalhar com venda online. Identifique aquele que melhor lhe agrada e fique de olho no nosso site para mais dicas ou informações como essa.

Conclusão

Neste conteúdo você aprendeu quais são as formas de tráfego existentes no mercado digital. Algumas dessas opções são Tráfego pago, Tráfego Orgânico, Tráfego de Referência entre outros.

Espero que tenha gostado do conteúdo! Se você ficou com alguma dúvida, pode perguntar, é só deixar nos comentários. Até a próxima!  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *